MANEJO DA DOENÇA
TAQUICARDIA

Când discutați cu medicul dvs., vă recomandăm să utilizați acest document care vă va servi drept ghid în cadrul conversației

Pentru a vă consulta cu medicul dumneavoastră, puteți îndruma conversația cu acest document.

Când discutați cu medicul dvs., vă recomandăm să utilizați acest document care vă va servi drept ghid în cadrul conversației

DESCĂRCAȚI GHIDUL

Para consultar con tu médico, puedes guiar la conversación con el siguiente documento:

Conheça as opções para o manejo da doença


Consulte o seu médico para tomar as melhores decisões


Când discutați cu medicul dvs., vă recomandăm să utilizați acest document care vă va servi drept ghid în cadrul conversației

Când discutați cu medicul dvs., vă recomandăm să utilizați acest document care vă va servi drept ghid în cadrul conversației

1
DETECTAR


Durante o teste de ECG, os eletrodos (sensores) que podem detectar a atividade elétrica do coração ficam localizados no seu peito e, algumas vezes, nas suas extremidades. Um ECG mede o tempo e a duração das fases elétricas de cada batida cardíaca.

Esta é uma das principais formas para identificar se corre-se o risco de sofrer de arritmias malignas, ou seja, as que são originadas nos ventrículos, que são as câmaras encarregadas de bombear sangue do coração para todo o corpo.

Muitas vezes não é possível realizar um diagnóstico prévio ou oportuno, mas se você conhecer algumas situações que poderão favorecer o seu surgimento, poderá procurar o seu médico já no início.

Monitor Holter: Este dispositivo de ECG portátil pode ser utilizado durante um dia ou mais para registrar a atividade elétrica do coração enquanto realiza a sua rotina diária. Realizar um registro do seu ECG permitirá que o médico depois possa analisar como se encontra o seu ritmo cardíaco, e identificar alguma anormalidade, caso se apresente.

Monitor de Eventos implantável (LOOPER): Dispositivo que é implantado embaixo da pele, na zona do peito. Detecta e armazena os ritmos cardíacos anormais, para que sejam avaliados posteriormente pelo médico durante a consulta.

  • De acordo com a consideração do seu médico, poderá solicitar um ecocardiograma para avaliar como se encontra o tamanho do seu coração e verificar o seu funcionamento.
  • Outro exame diagnóstico é a angiografia coronária, que permite ver como flui o sangue nas artérias do seu coração; ao igual que o ecocardiograma, este será solicitado pelo seu médico, se considerar que é necessário.
  • Um exame especial chamado estudo eletrofisiológico (EEF) é feito para observar detidamente o funcionamento do sistema elétrico do coração e confirmar a presença ou não de alterações.

Esta es otra alternativa diagnóstica disponible, la cual y de acuerdo con el criterio de tú medico se puede realizar para estudiar con mayor detalle si hay presencia de un desorden en el sistema eléctrico del corazón. Este permite de un modo más específico determinar el tipo exacto de arritmia cardiaca que se está presentando para establecer el tratamiento.

Você poderá determinar a rapidez com que bate o seu coração verificando o pulso. Se identificar que o pulso encontra-se irregular ou lento, consulte o seu médico.

Gire uma mão, com a palma para cima. Coloque o dedo indicador e médio da sua outra mão suavemente na parte interna do pulso, por baixo da base do polegar; a posição é correta se sentir as batidas do seu coração. Conte o número total de batidas durante 1 minuto, ou durante 30 segundos, e multiplique este número por dois.

O pulso também pode ser verificado no pescoço, utilizando sempre os mesmos dedos e realizando o processo de forma similar à anterior.

Somente o seu médico poderá determinar se tem taquicardia e, se assim for, quanto avançou. Para descartar ou confirmar o diagnóstico da taquicardia, o seu médico pode solicitar um ou vários exames de diagnóstico, dependendo do problema de ritmo cardíaco suspeito.

2
REDUZIR


Se tiver taquicardia, poderá ser candidato a um dispositivo cardíaco implantável chamado Desfibrilador Automático Implantável (DAI) ou Cardiodesfibrilador Implantável (CDI). Desempenha 3 funções:

Se o seu médico identificar que apresenta alguns fatores de risco que poderão levá-lo a apresentar arritmias ventriculares malignas, poderá ser candidato a um cardiodesfibrilador implantável.

O dispositivo é programado com certos parâmetros específicos, os quais são determinados pelo médico levando em conta a doença de cada paciente, para que, desta forma, possa fornecer o tratamento adequado para cada situação.

Os cardiodesfibriladores possuem múltiplas funções que ajudarão o paciente com o manejo da sua arritmia cardíaca e fornecerão informação importante ao médico para otimizar o tratamento.

  • Medicamentos
  • Desfibrilador Automático Implantable (DAI) un dispositivo cardíaco implantable que monitoreará y corregirá el ritmo cardíaco irregular – tu médico utilizará criterios específicos para determinar si eres candidato potencial para un DAI.

  • Medicamentos
  • Desfibrilación externa
  • Desfibrilador Automático Implantable (DAI)

  • Medicamentos
  • Ablación cardíaca

  • Medicamentos
  • Cardioversión
  • Ablación cardíaca

3
TRATAR


Manter hábitos saudáveis poderá lhe ajudar a prevenir doenças do coração e melhorar a sua qualidade de vida.

  • Mantenha uma dieta saudável: Consuma frutas e verduras, alimentos ricos em fibra, carnes magras, peixe e gorduras não saturadas, como azeite de oliva. Reduza o consumo de bebidas alcoólicas e que contenham cafeína.
  • Faça exercício com regularidade: Tente realizar atividade física todos os dias, por pelo menos meia hora.
  • Maneje os seus níveis de estresse.
  • Evite hábitos prejudiciais, como fumar.
  • Controle a sua pressão arterial de forma regular: Se tiver pressão arterial alta, siga as ordens do seu médico e tome todos os medicamentos formulados ou receitados como indicado.
  • Controle o seu colesterol: Realize de forma regular o controle dos níveis de colesterol. Consuma menos alimentos com alto conteúdo de colesterol e, se for necessário, tome medicamentos para diminuir o nível de colesterol conforme a indicação do seu médico.
  • Maneje o estresse: Reduza o estresse tanto quanto possível. Pratique técnicas saudáveis, como o relaxamento dos músculos, a respiração profunda e o exercício, para manejá-lo.
  • Trate a apneia do sono e os transtornos da tireóide: Se tiver apneia do sono ou um transtorno da tireoides, é importante que procure o seu médico para tratar deles de forma adequada.

Com relação ao tratamento e de acordo com a situação de cada paciente, além de ser realizado o implante de um desfibrilador, o manejo médico deve ser complementado com tratamento farmacológico para fomentar o controle do ritmo cardíaco.

  • Medicamentos antiarrítmicos
    Depois de uma cardioversão elétrica (vide os Procedimentos Médicos
    na aba seguinte), o seu médico poderá receitar medicamentos antiarrítmicos que o ajudarão a prevenir episódios de Taquicardia no futuro.
  • Medicamentos para o controle da frequência cardíaca
    Ajudam a recuperar o ritmo normal do coração.
  • Anticoagulantes
    Os medicamentos anticoagulantes diminuem a capacidade de coagular do seu sangue, evitando a formação de trombos e ajudando a prevenir um ACV.
    O ACV é muito perigoso: pode gerar um dano permanente no seu cérebro ou inclusive a morte.

Há dois tipos:

  • Crioablação: Congela-se a área afetada, criando tecido cicatricial.
  • Ablação com radiofrequência: Utiliza calor para eliminar a zona problemática.

Cardioversão

É uma descarga elétrica no coração com anestesia ou com medicamentos para restaurar o ritmo cardíaco normal.

Ablação com Cateter

Alguns pacientes sofrem de arritmias de difícil manejo, apesar de receber um ótimo tratamento farmacológico e ter implantado um cardiodesfibrilador; nestes casos, os especialistas podem sugerir realizar uma ablação, que consiste em introduzir alguns cateteres especiais através dos vasos sanguíneos das pernas até o coração para produzir uma lesão no local ou locais onde origina-se a arritmia.

Esta não é uma alternativa para todos os casos e não é uma primeira opção de tratamento.

Verifique com seu médico quais são suas opções de tratamento.

Recomendamos que mantenha uma comunicação próxima com o seu médico para monitorar a sua condição e verificar se os tratamentos estão funcionando adequadamente, ou se apresenta sintomas ou efeitos secundários.

Busque ajuda caso apresente alguma emergência. Entre em contato com o seu médico de imediato se a frequência cardíaca for mais lenta que o normal, se sentir que vai desmaiar ou se perceber que tem falta de ar.

CONSULTE AS DÚVIDAS MAIS COMUNS
Compartilha Esta Informação:

Când discutați cu medicul dvs., vă recomandăm să utilizați acest document care vă va servi drept ghid în cadrul conversației

Când discutați cu medicul dvs., vă recomandăm să utilizați acest document care vă va servi drept ghid în cadrul conversației

Informațiile de pe acest site web nu constituie sfaturi medicale.

Ultima actualizare martie 2021


Síguenos

ESCRÍBENOS


TÉRMINOS Y CONDICIONES

La información contenida en este sitio web no constituye consejo médico. Consulte con su médico la información de diagnóstico y de tratamiento.